Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Inundações matam pelo menos 155 pessoas na Tanzânia

    Enchentes também afetam o Quênia, país vizinho, que recebeu alto volume de chuvas nos últimos dias

    População da Tânzania e do Quênia (foto) sofrem com as consequências das enchentes
    População da Tânzania e do Quênia (foto) sofrem com as consequências das enchentes REUTERS/Monicah Mwangi

    Larry MadowoLouis Mianda CNN

    As inundações na Tanzânia mataram 155 pessoas e deixaram pelo menos 236 feridas, informou o primeiro-ministro do país, Kassim Majaliwa, nesta quinta-feira (25).

    Mais de 10 mil casas foram danificadas e mais de 200 mil pessoas foram afetadas, disse Majaliwa ao parlamento tanzaniano na capital Dodoma.

    O primeiro-ministro acrescentou que “as fortes chuvas de El Nino, acompanhadas por fortes ventos e inundações e deslizamentos de terra em várias partes do país, causaram efeitos adversos.”

    “Isso inclui mortes, danos a plantações, propriedades de casas, infraestrutura como estradas, pontes e ferrovias”, disse Majaliwa.

    As inundações também afetaram o Quênia, que compartilha uma fronteira com a Tanzânia na África Oriental.

    Na terça-feira, pelo menos 32 pessoas morreram devido às inundações no Quênia, de acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHR).

    O Quênia registrou fortes chuvas desde meados de março, mas as tempestades se intensificaram na semana passada, levando a inundações em massa que afetaram cerca de 103.500 pessoas.

    A Cruz Vermelha do Quênia diz que realizou mais de 188 resgates desde o início em março. Algumas estradas na capital queniana de Nairobi foram fechadas na quarta-feira e vários bairros permaneceram submersos após outro dia de chuvas fortes.

    A Kenya Railways também suspendeu os serviços de trens suburbanos em todo o país.