Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel diz que 40 foguetes foram lançados do Líbano; Hezbollah reivindica autoria

    Norte de Israel e Colinas de Golã ocupadas teriam sido alvo; grupo armado afirma que atingiu bases militares

    Agentes de Israel buscam controlar fogo após ataque de foguetes vindo do Líbano
    Agentes de Israel buscam controlar fogo após ataque de foguetes vindo do Líbano 11/6/2024 REUTERS/Ayal Margolin

    Da CNNda CNN

    O Exército israelense disse que 40 foguetes foram disparados contra o norte de Israel e as Colinas de Golã ocupadas nesta quinta-feira (13), causando ao menos dez incêndios.

    Os foguetes foram lançados do norte do Líbano. O Hezbollah, que é apoiado pelo Irã, reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

    O grupo disse que atingiu seis quartéis militares israelenses usando foguetes Katyusha e Falaq e usou três drones. O Hezbollah afirmou que atingiu as bases com os drones.

    As Forças de Defesa de Israel (FDI) não confirmaram se as bases militares foram atingidas, mas ressaltaram que “numerosos lançamentos” foram interceptados com sucesso e vários foguetes atingidos.

    Duas pessoas estão sendo tratadas por ferimentos leves causados ​​por estilhaços, segundo Magen David Adom, o serviço de emergência de Israel.

    Ataque pelo segundo dia seguido

    Os lançamentos desta quinta-feira ocorrem depois que mais de 200 foguetes foram disparados do Líbano para Israel na quarta-feira (12), de acordo com as FDI.

    O Hezbollah assumiu a responsabilidade por alguns dos disparos de quarta, destacando que foram em resposta a um assassinato realizado pelas FDI no sul do Líbano.

    O grupo armado confirmou na terça-feira (11) a morte de Talib Sami Abdullah, conhecido como Abu Talib, e três outros combatentes. De acordo com a mídia libanesa e israelense, Talib era um líder proeminente no grupo.

    As Forças de Defesa de Israel disseram na quarta-feira que haviam matado o membro do Hezbollah em um ataque aéreo na terça-feira.

    Em uma declaração, os militares descreveram Talib Sami Abdullah como “um dos comandantes mais graduados do Hezbollah no sul do Líbano”, que eles alegam ter sido responsável por vários ataques contra civis israelenses ao longo de vários anos.