Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Itália declara estado de emergência para região atingida pela seca

    Agricultores dizem que fluxo de água do rio Pó, o mais importante do país, é tão fraco que a água do mar está se infiltrando no interior, destruindo plantações

    Bandeira da Itália
    Bandeira da Itália Foto: Pixabay

    Oriana BoselliEmily Roeda Reuters

    Ouvir notícia

    A Itália declarou na segunda-feira (4) estado de emergência para as áreas ao redor do rio Pó, que responde por cerca de um terço da produção agrícola do país e está sofrendo sua pior seca em 70 anos.

    O decreto do governo permitirá que as autoridades cortem a burocracia e tomem medidas imediatamente se acharem necessário, como impor o racionamento de água para residências e empresas.

    O Pó é o rio mais longo da Itália, que percorre mais de 650 km através do rico norte do país. No entanto, muitos trechos da hidrovia secaram e os agricultores dizem que o fluxo é tão fraco que a água do mar está se infiltrando no interior, destruindo as plantações.

    O governo disse em comunicado que as medidas de emergência abrangeriam as terras que fazem fronteira com o Pó e as bacias hidrográficas dos Alpes orientais.

    Mais amplamente, também introduziu um estado de emergência em cinco regiões do norte – Emilia-Romagna, Friuli Venezia Giulia, Lombardy, Piemonte e Veneto – destinando um montante inicial de 36,5 milhões de euros (US$ 38 milhões) de fundos para ajudá-los a enfrentar a escassez de água.

    “O estado de emergência visa gerir a situação atual com meios e poderes extraordinários, com socorro e assistência à população afetada”, disse o governo.

    Ele acrescentou que outras medidas podem ser tomadas no futuro para lidar com a seca que as autoridades de água dizem estar afetando cada vez mais o centro da Itália após um inverno e uma primavera extremamente secos, seguidos por um início de verão excepcionalmente quente.

    A mídia italiana informou que o primeiro-ministro Mario Draghi também estava considerando nomear um comissário para coordenar a resposta à seca, de maneira semelhante à qual o governo criou um comissário para supervisionar a crise do coronavírus.

    Mais Recentes da CNN