Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Júri de Hunter Biden é definido e ouvirá evidências sobre vício e compra de arma

    Se for condenado em todas as acusações no caso de Delaware, Hunter Biden pode pegar até 25 anos de prisão

    Hunter Biden comparece para seu julgamento por acusações criminais de posse de arma, em Wilmington
    Hunter Biden comparece para seu julgamento por acusações criminais de posse de arma, em Wilmington 03/06/2024REUTERS/Eduardo Munoz

    Tom Halsda CNN

    O júri para o julgamento de Hunter Biden por acusações relacionadas a armas foi selecionado nesta segunda-feira (3), em um processo criminal histórico contra o filho de um presidente em exercício que pode influenciar a eleição presidencial de 2024.

    Hunter Biden, de 54 anos, foi a julgamento em um tribunal federal de Wilmington, Delaware, quatro dias depois do republicano Donald Trump, adversário do presidente democrata na eleição de 5 de novembro, se tornar o primeiro ex-presidente condenado por um crime.

    O filho do presidente Joe Biden é acusado de não ter revelado seu uso de drogas ilegais quando comprou um revólver Colt Cobra, calibre 38, e de posse ilegal da arma durante 11 dias em outubro de 2018.

    Ele se declarou inocente das três acusações criminais.

    O caso, apresentado pelo promotor federal especial David Weiss, indicado por Trump, é um dos dois processos criminais contra Hunter Biden. Ele também responde a acusações federais fiscais na Califórnia.

    A juíza Maryellen Noreika encerrou o dia empossando os 12 jurados e os quatro suplentes. “O trabalho de vocês é encontrar os fatos”, disse a eles e os orientou a não discutir o caso com ninguém, nem mesmo entre si.

    O caso deve girar em torno dos anos de uso e vício em crack de Hunter Biden, os quais ele discutiu publicamente e que foram uma parte importante da sua autobiografia, “Beautiful Things”, de 2021. Ele disse a Noreika em uma audiência no ano passado que está sóbrio desde meados de 2019.

    Os republicanos aproveitaram os problemas de Hunter Biden para tentar desviar a atenção das dificuldades legais de Trump. Trump deve receber sua sentença em 11 de julho. Ele se declarou inocente em outros três casos criminais pendentes.

    Jill Biden, a esposa de Hunter Biden, Melissa Cohen Biden, e sua meia-irmã, Ashley Biden, estavam na plateia. Os Bidens moram em Wilmington.

    “Jill e eu amamos nosso filho e estamos muito orgulhosos do homem que ele é hoje”, disse Joe Biden, em um comunicado, acrescentando que muitas famílias têm entes queridos que superaram vícios.

    Republicanos do Congresso passaram anos em vão tentando encontrar evidências de uma ligação corrupta entre negócios estrangeiros de Hunter Biden, incluindo o seu trabalho para a empresa de energia ucraniana Burisma, e o poder político do seu pai.

    Jurados revelam experiências pessoais com vício

    Vários dos jurados revelaram experiências pessoais com vício em drogas. Um deles que foi empossado tinha um amigo que sofreu overdose, e outro, selecionado como suplente, tem um tio cujo uso de drogas o levou à prisão.

    “Eu sinto que é uma parte cotidiana do mundo”, disse o jurado suplente, sobre o abuso de substâncias.

    Poucos jurados expressaram fortes opiniões políticas, mas alguns deles disseram que são conhecidos de membros da família Biden.

    Todos os 12 jurados precisam concordar que ele é culpado além da “dúvida razoável” para condená-lo.

    Se for condenado em todas as acusações no caso de Delaware, Hunter Biden pode pegar até 25 anos de prisão, embora os réus geralmente recebam sentenças menores, segundo o Departamento de Justiça dos EUA.