Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lago no Havaí fica rosa após teor de sal aumentar em meio à seca extrema; veja imagens

    Tipo de bactéria de cores vivas prospera em águas muito salgadas; a ilha de Maui, nos EUA, passa por uma severa seca

    Abigail HolmesAngela Fritzda CNN

    Um lago no Havaí parece ter saído de um conto de fadas. A água no Refúgio Nacional de Vida Selvagem de Kealia Pond, um dos poucos pântanos salgados costeiros da ilha de Maui, está rosa brilhante desde o dia 30 de outubro, segundo dizem as autoridades, depois que seu teor de sal aumentou em meio à seca extrema na região.

    Amostras de água enviadas à Universidade do Havaí sugerem que as halobactérias estão por trás da nova tonalidade magenta do lago, de acordo com o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA.

    As halobactérias são organismos unicelulares que prosperam em águas muito salgadas, como o Grande Lago Salgado e o Mar Morto. A bactéria é considerada extremófila, ou seja, possui capacidade de viver em ambientes extremos – neste caso, onde a salinidade da água é o dobro da água do mar, observou Fish and Wildlife.

    Embora Kealia signifique literalmente “incrustação de sal”, a salinidade do lago disparou muito além do normal devido à seca extrema de Maui. A ilha inteira está passando por uma seca severa ou pior, de acordo com o Monitor de Secas dos EUA .

    A área onde o refúgio Kealia Pond está localizado é considerada uma região de seca extrema – a segunda pior na escala do Monitor de Secas.

    Lago do Refúgio Nacional de Vida Selvagem Kealia Pond, em Maui, no Havaí, ficou rosa / @Traviskeahi_photo/Instagram

    O riacho Waikapu, que traz água das montanhas ocidentais de Maui para o lago Kealia, também flui pela área de seca extrema. A menor entrada de água doce no lago aumentou a concentração de sal e proporcionou um refúgio aconchegante para as halobactérias de cores vivas.

    Cerca de 90% do condado de Maui, que inclui outras ilhas, está no mínimo sob uma seca severa – uma seca que se agravou ainda mais desde que um incêndio mortal atingiu Lahaina em Agosto.

    Os cientistas ainda estão estudando como a crise climática irá afetar o Havaí, mas, no geral, há confiança de que a seca irá piorar à medida que a temperatura global aumenta – mesmo em zonas tropicais como esta.

    O Refúgio Nacional de Vida Selvagem Kealia Pond em 8 de novembro / @Traviskeahi_photo/Instagram