Lloyd Austin será o primeiro afro-americano a chefiar Defesa nos EUA

Senado aprovou por 93 votos a 2 o nome indicado por Joe Biden para secretaria de Defesa

O secretário de Defesa do governo Biden, Lloyd Austin
O secretário de Defesa do governo Biden, Lloyd Austin Foto: EJ Hersom/DOD

Reuters

Ouvir notícia

O Senado dos Estados Unidos votou com ampla maioria pela confirmação do general aposentado Lloyd Austin como secretário de defesa do presidente Joe Biden, tornando-o o primeiro afro-americano a ocupar o cargo.

A votação foi de 93 votos a 2 na Casa, que tem 100 senadores — muito mais do que a maioria simples necessária.

Legisladores de ambos os partidos disseram estar satisfeitos com o fato de Austin ser empossado para liderar o Pentágono apenas dois dias depois de Biden tomar posse como presidente.

 

Depois de uma transição tumultuada pela insistência do ex-presidente Donald Trump em dizer que havia vencido as eleições, os colegas democratas de Biden — e alguns republicanos — têm pressionado para confirmar a equipe de segurança nacional do novo presidente o mais rápido possível .

O senador Jack Reed, o próximo presidente democrata do Comitê de Serviços Armados do Senado, observou a ampla gama de desafios que o país enfrenta, incluindo a pandemia do coronavírus e a competição com a China e a Rússia.

“O General Austin é um líder excepcionalmente qualificado com uma longa e distinta carreira nas forças armadas dos EUA”, disse Reed antes da votação. “Temos China e Rússia com capacidades que realmente não acreditávamos que encontraríamos”

 

 

Mais Recentes da CNN