Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula quer Japão como parceiro para conservação de florestas na América do Sul

    Presidente brasileiro também disse que apoio do país asiático pode ser importante para a transição energética

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

    Tiago Tortellada CNN em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira (30) que espera que o Japão auxilie na conservação de florestas na América do Sul, ampliando a parceria com o país asiático.

    “Eu espero que o Japão seja parceiro dos países que têm floresta. Aqui na América do Sul, nós somos oito países com bastante florestas. Você tem Brasil, Venezuela, Peru, Colômbia, Equador, Bolívia, Guiana e temos o Suriname”, destacou em declaração a jornalistas japoneses no Palácio do Planalto.

    Assim, Lula também disse esperar que o Japão “compartilhe com o Brasil a política de manutenção da floresta que nós queremos ter”, alertando que “manter uma floresta em pé custa muito dinheiro”.

    Além disso, ressaltou que é preciso levar em consideração as pessoas que moram nessas regiões.

    Outro ponto abordado pelo petista foi a transição energética, assunto o qual ele afirmou que o Japão pode se beneficiar com a relação com o Brasil.

    “O Brasil é possivelmente a grande oportunidade que o Japão precisa e pode ter de compartilhar com o Brasil o desenvolvimento dessa nova matriz energética que o mundo tanto necessita”, ponderou.

    Em outro momento, Lula também comentou que terá um encontro com uma empresa japonesa e o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, na quinta-feira (2).

    De acordo com o presidente, a companhia fará o “primeiro investimento” para ajudar a recuperar áreas degradadas.

    Encontro com primeiro-ministro japonês

    A coletiva desta terça-feira acontece poucos dias antes da visita do primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, ao Brasil.

    O premiê e o presidente brasileiro terão uma reunião nesta sexta-feira (3), em Brasília.

    Segundo Lula, a prioridade com este encontro será “aperfeiçoar e aprimorar a relação entre Japão e Brasil”, sendo um dos focos a Economia.