Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais de 10 mil mulheres morreram em Gaza desde o início da guerra, diz ONU

    Nações Unidas afirmaram que 19 mil crianças ficaram órfãs

    Mulher caminha em meio a destroços em Rafah, sul de Gaza
    Mulher caminha em meio a destroços em Rafah, sul de Gaza 2/4/2024 REUTERS/Mohammed Salem

    Da CNN

    Mais de 10 mil mulheres foram mortas em Gaza desde que a guerra de Israel com o Hamas começou em outubro, de acordo com estimativas da “ONU Mulheres” em um relatório publicado nesta terça-feira (16).

    “Seis meses após o início da guerra, 10.000 mulheres palestinas em Gaza foram mortas, entre elas cerca de 6.000 mães, deixando 19.000 crianças órfãs”, disse.

    O relatório disse que mais de um milhão de mulheres e meninas palestinas na Faixa enfrentam “fome catastrófica”, quase sem acesso a alimentos, água potável, banheiros funcionais ou água corrente, criando riscos à vida.

    “Uma criança é ferida ou morre a cada 10 minutos”, acrescentou.

    “As mulheres que sobreviveram ao bombardeio estão sofrendo fome diária, doenças e medo constante. A guerra em Gaza é, sem dúvida, uma guerra contra as mulheres, que estão pagando um preço alto por uma guerra que não estão fazendo”, disse Susanne Mikhail, Diretora Regional da “ONU Mulheres” nos Estados Árabes em uma coletiva de imprensa em Genebra.

    Israel disse que tenta reduzir os danos aos civis em Gaza.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original