Mais de 400 mil pessoas já morreram de coronavírus na América Latina

Segundo a média móvel de sete dias, as mortes diárias caíram para 1,6 mil pessoas, pouco mais da metade do pico de mais de 3,1 mil no fim de julho

Pessoas utilizam máscara de proteção enquanto conversam em praça no México
Pessoas utilizam máscara de proteção enquanto conversam em praça no México Foto: Edgard Garrido/Reuters

Javier López de Lérida,

da Reuters

Ouvir notícia

As mortes por Covid-19, doença causada pelo coronavírus, superaram a barreira de 400 mil pessoas na América Latina ao longo do fim de semana e representam um terço do total mundial, segundo a contagem da Reuters.

Os casos de coronavírus na América Latina chegaram a 11,3 milhões na segunda-feira, quase um quarto do total, enquanto as mortes já estavam em 402.351.

Leia também:
Aeroporto no Japão inaugura centro de testagem para Covid-19
Morte de idosos por Covid-19 empobrece famílias

No entanto, as mortes diárias, segundo a média móvel de sete dias, baixou para 1.600 pessoas, pouco mais da metade do pico de mais de 3.100 no fim de julho, segundo a contagem da Reuters com base em dados oficiais dos governos.

Brasil, México, Peru, Colômbia e Argentina são os países com mais mortes na região.

Mais Recentes da CNN