Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Massa aposta em discurso contra armas no encerramento da campanha na Argentina

    Ministro da Economia e candidato à Presidência enfrenta Javier Milei no segundo turno das eleições presidenciais no domingo (19)

    O candidato governista Sergio Massa disputa o segundo turno da eleição na Argentina
    O candidato governista Sergio Massa disputa o segundo turno da eleição na Argentina Reprodução/Instagram/Sergio Massa

    Flávio Ismerimda CNN

    São Paulo

    Candidato governista à Presidência da Argentina pela coalização Juntos por la Patria, Sergio Massa encerrou sua campanha eleitoral na quinta-feira (16) discursando para jovens de uma escola tradicional de Buenos Aires e afirmou acreditar em um Estado que não promove a venda de armas.

    O ministro da Economia prometeu se esforçar para defender o trabalho e a produção enquanto valores e uma educação pública de qualidade no país.

    “Construir um país com igualdade de oportunidade e pensar que o filho de um peão rural tenha a mesma oportunidade que qualquer outro para ser presidente”, declarou Massa. “Vou fazer tudo para, de agora até domingo, tratar que cumpramos esse sonho coletivo.”

    Aos jovens, o candidato peronista disse que dará sua alma e sua força para construir o país que ele sonha.

    “Escolhi encerrar a campanha aqui com vocês. Nosso encerramento de campanha de alguma maneira também representa que país queremos”, afirmou. “Os mais jovens, que vão ser o futuro do nosso país, estão comprometidos, têm esperança, acreditam nas utopias e nos sonhos, mas também desacreditam da violência, do ódio e da destruição.”

    No domingo (19), os argentinos irão às urnas para escolher quem presidirá o país pelos próximos quatro anos. Massa enfrenta o candidato ultraliberal Javier Milei, da coalizão La Libertad Avanza, que conta com o apoio da candidata de centro-direita Patricia Bullrich e do ex-presidente Mauricio Macri.

    Veja também: Equipe de Massa foca no voto de mulheres indecisas