Melania Trump aconselhou marido a reconhecer derrota para Biden, diz fonte

Segundo fonte ouvida pela CNN, primeira-dama dos EUA aconselhou o marido a aceitar que perdeu a votação

Kevin Bohn, da CNN

Ouvir notícia

 

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, juntou-se ao coro crescente de pessoas próximas ao presidente Donald Trump que o aconselharam a aceitar a derrota para Joe Biden, disse uma fonte familiarizada com as conversas à CNN.

Embora não tivesse ainda feito comentários públicos sobre a eleição, em particular Melania deu sua opinião, disse essa pessoa. “Ela deu sua opinião, como sempre faz”, disse a fonte.

Mais cedo, o genro e conselheiro de Trump, Jared Kushner, abordou o presidente sobre o reconhecimento da derrota na eleição, segundo duas fontes ouvidas pela CNN

Assista e leia também:
Genro aconselha Trump a reconhecer derrota para Biden
Romney diz que não viu fraude e pede aos EUA que apoiem o novo presidente
Governador republicano de Maryland diz esperar que Trump reconheça derrota
Opinião: Com os dias contados na presidência, o que Trump pode tentar fazer

O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland
O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland
Foto: Carlos Barria – 29.set.2020 / Reuters

Na tarde deste domingo (8), a atual primeira-dama dos Estados Unidos fez a sua primeira declaração pública após os resultados das eleições, na véspera, sugerindo o mesmo pleito do marido de contagem dos votos.  

“O povo americano merece eleições justa”, escreveu Melania em sua conta oficial no Twitter. “Todos os votos legais – não ilegais – devem ser contados. Devemos proteger nossa democracia com transparência completa”. 

No sábado (7), a projeção da CNN indicou que o democrata venceu a disputa na Pensilvânia e se tornou o presidente-eleito dos Estados Unidos.

O conselho de Kushner foi feito após a afirmação de Trump, em um comunicado de sua campanha, dizer que Biden está “correndo para se passar por falso de vencedor” e que o corrida está “longe de terminar”. 

A vice-gerente de campanha da chapa Biden-Harris, Kate Bedingfield, disse, na noite de sábado (7), que não houve comunicação entre Biden e Trump, ou entre quaisquer representantes de ambas as campanhas, após o anúncio do resultado eleitoral.

Na manhã deste domingo, Trump voltou a usar sua conta no Twitter para contestar o resultado da eleição e pedir que a população aguarde todos os votos serem validados.

Mais Recentes da CNN