Militares russos afirmam que não estão atacando Ucrânia

Equipes da CNN no país relataram explosões na Ucrânia e fora da região de Donbas, cidade para a qual Putin anunciou uma "operação militar especial" nas primeiras horas da quinta-feira

Nathan Hodgeda CNN

Ouvir notícia

Militares russos divulgaram um comunicado nesta quinta-feira (24) alegando que não tinham como alvo cidades ucranianas, enquanto equipes da CNN na Ucrânia relatam explosões em todo o país.

“As Forças Armadas russas não estão lançando mísseis ou ataques de artilharia nas cidades da Ucrânia. Armas de alta precisão destroem a infraestrutura militar: aeródromos militares, aviação, instalações de defesa aérea das Forças Armadas da Ucrânia”, diz o comunicado. “A população civil não está em risco.”

Equipes da CNN no país relataram explosões na Ucrânia e fora da região de Donbas, cidade para a qual Putin anunciou uma “operação militar especial” nas primeiras horas da quinta-feira.

Putin anuncia operação militar

Em discurso na madrugada desta quinta-feira (24), o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou uma “operação militar especial” na região de Donbas, no leste da Ucrânia, controlada por separatistas pró-Rússia, que ele declarou independente nesta semana.

“Os confrontos entre forças ucranianas e russas é inevitável, é apenas uma questão de tempo”, declarou o líder russo. “As circunstâncias exigem ação decisiva da Rússia. Não podemos tolerar ameaças da Ucrânia”.

 

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN