Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morre homem atropelado enquanto ajudava patos a atravessar rua nos EUA

    Acidente aconteceu na quinta-feira (18), no estado da Califórnia

    Acidente aconteceu em Stanford Ranch Road e Park Drive
    Acidente aconteceu em Stanford Ranch Road e Park Drive Reprodução

    Jonathan AyestasMichelle Bandurda CNN

    Um homem que foi atropelado na semana passada, na Califórnia, nos Estados Unidos, quando ajudava uma família de patos a atravessar uma estrada, morreu, segundo testemunhas.

    O acidente aconteceu em Stanford Ranch Road e Park Drive, pouco depois das 20h, na quinta-feira (18), disse a polícia. A motorista, uma jovem de 17 anos, permaneceu no local e estava cooperando, disse a polícia.

    Michelle Bandur, do KCRA 3, conversou com uma testemunha de 12 anos, William, com a permissão de sua mãe, que disse que o homem havia saído de um veículo para ajudar uma família de patos a sair do trânsito.

    “Ele saiu do carro e estava guiando os patos e todo mundo estava batendo palmas porque ele estava sendo muito legal”, disse William.

    William tirou fotos do resgate com seu celular enquanto o homem e os patos caminhavam na frente do carro. Ele disse que ninguém passou pelo cruzamento, mesmo com o sinal verde.

    “Ele os ajudou a subir no meio-fio porque todos os patinhos estavam tendo problemas e então ele passou na frente do nosso carro”, disse William.

    Depois que os patos foram salvos, William e outros na área aplaudiram as ações do homem.

    “Minha mãe abaixou a janela e disse: ‘Bom trabalho, bom trabalho’, e eu disse ‘Bom trabalho’ para ele também e logo depois disso, um segundo depois disso”, disse ele, o carro o atropelou.

    William disse que o carro pareceu surgir do nada.

    “Não vi o carro realmente atingi-lo. Tudo o que me lembro é o som e depois ele voando no cruzamento”, disse ele. “Seus sapatos e uma de suas meias estavam bem na frente do nosso carro.”

    William diz que felizmente sua irmãzinha estava no banco de trás focando nos patos.

    Eles ficaram em casa com a mãe sem ir à escola na sexta-feira (19), todos ainda consternados com a reviravolta traumática dos acontecimentos. Sua mãe até confortou os filhos do homem que estavam em seu carro perguntando pelo pai.

    William quer que as pessoas se lembrem do homem gentil que salvou os patos antes de morrer. Ele disse que não merecia isso. “Ele foi a única pessoa a sair do carro e tentar ajudá-los e provavelmente a pessoa mais legal de toda a área. Não é justo”, disse ele.

    Outra criança de 12 anos também presenciou a tragédia. Ele voltou ao cruzamento com flores e vários patinhos de borracha. “Você deveria honrá-lo porque ele estava sendo muito gentil e então algo horrível aconteceu com ele”, disse Jude. “Ele era uma pessoa incrível.”

    A polícia ainda investiga as causas da morte. A motorista não foi multada ou presa.