Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mudanças climáticas ameaçam conservação de tartarugas marinhas na Malásia

    Temperaturas quentes desequilibram a proporção de gênero entre os filhotes

    Mudanças climáticas ameaçam conservação de tartarugas marinhas na Malásia
    Mudanças climáticas ameaçam conservação de tartarugas marinhas na Malásia REUTERS

    Da Reuters

    Em uma praia isolada na ilha de Redang, no leste da Malásia, um grupo de voluntários escava cuidadosamente a areia.

    Sua missão: mover ovos de tartaruga recém-postos para um local mais sombreado e arborizado na praia, na tentativa de garantir que os ovos sejam incubados e chocados em condições mais frescas. O movimento faz parte dos esforços dos conservacionistas na Malásia para garantir uma proporção mais equilibrada de gênero entre os filhotes de tartaruga, que é fortemente influenciada pelas temperaturas durante a incubação.

    Pesquisadores e ativistas da vida selvagem temem que o aumento das temperaturas do mar e da superfície devido às mudanças climáticas possa comprometer os esforços para proteger as tartarugas marinhas já ameaçadas na Malásia, com observadores no Santuário de Tartarugas Chagar Hutang, em Redang, já vendo menos machos nascendo nos últimos anos.

    “Qualquer temperatura média de incubação acima de 30 graus Celsius vai resultar em uma produção de eclosão 100% feminina, e em qualquer lugar mais perto de 28 graus Celsius e abaixo, resultará no efeito oposto de viés masculino”, disse Nicholas Tolen, um pesquisador e estudante de doutorado na Universidade da Malásia, Terengganu (UMT).

    Os cientistas do Santuário de Tartarugas Chagar Hutang, na ilha de Redang, na Malásia, estão agora tentando manter os ovos das tartarugas marinhas frescos e seguros, transferindo novos ninhos para áreas com mais sombras. De acordo com Tolen, isso terá uma influência positiva em uma proporção mais igual de gênero para os filhotes. Agora, o santuário está recebendo ajuda de voluntários para mover cuidadosamente os ninhos vários metros da costa para uma faixa com sombra cercada por marcadores, mais próxima da floresta tropical da ilha.

    De acordo com o pesquisador da UMT, Mohd Uzair Rusli, é melhor incubar os ovos ao ar livre sob a sombra de árvores, pois uma incubadora artificial pode atrapalhar a compreensão dos filhotes de tartarugas marinhas sobre o campo magnético da Terra, fazendo com que percam a direção e a capacidade de aninhar.

    Conservacionistas da UMT, que administram o Santuário de Tartarugas Chagar Hutang, começaram a realocar ninhos de tartarugas há anos para fornecer o que acreditavam ser um refúgio seguro para o nascimento dos filhotes de tartarugas. No início, os cientistas descobriram que a areia quente da praia estava ajudando a facilitar uma taxa de natalidade mais rápida e mais alta dos filhotes, mas logo ficou claro que os ninhos realocados, que estavam cozinhando sob o sol quente, resultaram na feminilização da maior parte da prole. Com base em pesquisas realizadas por Tolen, o Santuário começou a realocar ninhos que estavam em risco para porções mais sombreadas da praia.

    Embora o sucesso do programa atual ainda esteja sendo medido, parece que as temperaturas em toda a Malásia, como as ondas de calor recentes, só devem aumentar, de acordo com Chung Jing Xiang, um professor sênior em ciência e ambiente marinho na UMT. De acordo com Chung, ondas de calor cada vez mais quentes estão sendo prolongadas e estão mais difundidas em toda a Malásia devido aos efeitos duradouros do El Niño.

    “Em vez de trazer umidade para nossa região, ele levou nossa umidade e a levou para o Oceano Pacífico. Então, quando temos essa umidade reduzida, é menos provável que ocorra chuva e teremos menos nuvens em nosso céu. Isso nos fará ter um clima mais quente e mais seco”, disse Chung à Reuters.

    De acordo com a pesquisa de Chung, na taxa atual, a temperatura da superfície do mar sobre a Malásia tem mostrado uma tendência crescente de cerca de 0,2 graus Celsius por década desde 1980. Analistas disseram que a temperatura média da superfície do Mar do Sul da China ao redor de Redang tem aumentado constantemente em direção a 30 graus Celsius nas últimas décadas, e poderia eventualmente exceder a faixa ideal de temperatura de incubação entre 28 e 30 graus Celsius para garantir uma proporção de gênero equilibrada.

    Após o nascimento, os pesquisadores transferem os filhotes para um pequeno viveiro antes de liberá-los à noite para reduzir sua exposição a predadores.

    Por décadas, a população de tartarugas marinhas tem reduzido drasticamente em toda a Malásia, muitas vezes devido à coleta de seus ovos, pesca excessiva e falta de fiscalização das políticas de conservação. As tartarugas-de-couro costumavam ser uma atração para os visitantes do estado do norte da Malásia, Terengganu, com dezenas de milhares de fêmeas fazendo ninhos em suas praias a cada ano, até que a população entrou em colapso no final dos anos 80.