Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Não estamos em guerra com a Rússia”, enfatiza presidente francês

    Emmanuel Macron fez discurso à nação nesta quarta-feira (2) e disse que manteve contato com Putin para tentar "convencê-lo a largar as armas"

    Niamh Kennedyda CNN

    Ouvir notícia

    “Não estamos em guerra com a Rússia“, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, em um discurso à nação nesta quarta-feira (2), Macron disse que a guerra contra a Ucrânia criou uma “ruptura” na Europa.

    Macron acrescentou que dá importância à manutenção de contato com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky e o presidente russo Vladimir Putin. O líder francês disse que manteve contato com Putin para tentar “convencê-lo a largar as armas” e também para evitar a “ampliação do conflito”.

    “Nós não estamos em guerra contra a Rússia, nós sabemos tudo que nos conecta com esse povo fantástico, eles foram nossos aliados na Segunda Guerra Mundial para salvar a Europa. E hoje, nós estamos lado a lado com todos os russos que não acreditam nessa guerra e querem pleitear pela paz”, destacou Macron.

    Em seu discurso à nação, o presidente francês enfatizou apoio aos “centenas de milhares de refugiados” e afirmou que a Europa “certamente está impactada” por conta disso.

    “Os próximos dias provavelmente se tornarão cada vez mais difíceis. Centenas de milhares de refugiados fugiram para a Moldávia, Polônia, Romênia, Hungria, Eslováquia e gradualmente para o resto da Europa. Essa provação, por muitas décadas, não tem precedentes, e apoiamos a Ucrânia Esta noite, saúdo a coragem do povo ucraniano que resiste sob fogo e, em seu nome, entrego o apoio fraterno da França ao presidente Volodymyr Zelenskiy”, disse Macron.

    *Com informações da Reuters e de Anna Gabriela Costa, da CNN. 

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN