Novo livro de Bob Woodward mostra últimos dias de Trump na presidência dos EUA

Lendário jornalista investigativo já escreveu outros dois livros sobre o 45º presidente americano: "Medo" e "Raiva"

Bob Woodward (E) e Robert Costa (D), ambos do jornal The Washington Post
Bob Woodward (E) e Robert Costa (D), ambos do jornal The Washington Post Foto: NBC/Getty Images

Elizabeth Stuart e Jamie Gangel, da CNN

Ouvir notícia

O lendário jornalista investigativo Bob Woodward já cobriu o medo e a raiva na Casa Branca de Donald Trump e, em breve, lançará um terceiro livro sobre os últimos dias do 45º presidente dos Estados Unidos no cargo.

O título do livro ainda não foi anunciado, mas a CNN apurou que ele será lançado em 21 de setembro pela Simon & Schuster, que publicou os dois primeiros bestsellers de Woodward sobre o ex-presidente.

Desta vez, o jornalista — duas vezes vencedor do Prêmio Pulitzer — está trabalhando com Robert Costa, do The Washington Post, para uma análise detalhada do fim da presidência de Trump e sua transição para o governo Biden. De acordo com uma descrição da editora, o livro se estenderá até os primeiros meses da presidência de Biden.

O primeiro livro de Woodward sobre Trump, “Medo” de 2018, detalhou as medidas tomadas por altos funcionários e assessores da Casa Branca para evitar o que consideravam um presidente desequilibrado, incapaz de controlar seus próprios impulsos e inconsciente de quanto perigo suas decisões precipitadas poderiam trazer.

“Raiva”, que foi lançado no ano passado, levou os leitores para dentro do Salão Oval durante os primeiros dias da pandemia do coronavírus, confirmando que Trump entendia como o vírus era contagioso e mortal muito antes de o povo americano tomar conhecimento.

Trump se recusou a se sentar para uma entrevista com Woodward para “Medo”, mas deu ao jornalista acesso sem precedentes para “Raiva”, concedendo 18 entrevistas livres, algumas pessoalmente e muitas por telefone.

Não está claro se Trump concordou em dar entrevistas a Woodward e Costa para o próximo livro, mas a dupla sentou-se com Trump durante a campanha eleitoral de 2016. Essa entrevista serviu de inspiração para os dois títulos dos livros anteriores de Woodward.

“O poder real é, eu nem quero usar a palavra medo”, disse Trump a Woodward e Costa em março de 2016.

“Eu trago a raiva”, disse Trump. “Eu trago raiva para fora. Sempre trouxe. Não sei se isso é um ativo ou um passivo, mas seja o que for, eu faço.”

Mais Recentes da CNN