Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Número de mortos na Ucrânia após ataque aéreo russo sobe para 39

    Autoridades ucranianas tratam o episódio como o pior ataque aéreo desde o início da guerra, em fevereiro de 2022

    Veículo destruído após ataque aéreo protagonizado pela Rússia; pelo menos 31 pessoas morreram
    Veículo destruído após ataque aéreo protagonizado pela Rússia; pelo menos 31 pessoas morreram Vladyslav Musiienko/Reuters

    Reuters

    Kiev

    O número de mortos no maior ataque aéreo da Rússia à Ucrânia, realizado nesta sexta-feira (29), subiu para 39. Equipes de resgate seguem limpando os destroços do bombardeio, disse o presidente Volodymyr Zelenski.

    A Rússia lançou 158 mísseis e drones em cidades e vilas em toda a Ucrânia. Autoridades ucranianas descreveram o ataque como o pior bombardeio aéreo desde o início da guerra, em fevereiro de 2022.

    “Os trabalhos para limpar as consequências do ataque russo de ontem ainda estão em andamento. Quase 120 cidades e vilarejos, centenas de objetos e civis sofreram”, disse Zelenskiy no Telegram, neste sábado (30).

    O presidente ucraniano disse que 39 pessoas foram mortas e 159 ficaram feridas nos ataques, que envolveram diferentes tipos de mísseis balísticos e de cruzeiro e drones de fabricação iraniana. A defesa aérea ucraniana afirmou ter abatido 87 mísseis russos e mais de 30 drones.

    Na capital Kiev, pelo menos 16 pessoas foram mortas, o maior número de mortes de civis na cidade desde o início da guerra. A cidade anunciou um dia de luto pelas vítimas em 1º de janeiro.

    O prefeito Vitali Klitschko disse que as equipes de resgate seguem a remover os escombros em Kiev, onde um armazém e vários edifícios residenciais e comerciais foram atingidos.

    Os esforços de resgate seguem também em outras cidades e vilarejos no centro, sul e oeste do país, segundo autoridades locais, que correm para ajudar a consertar milhares de janelas quebradas em prédios residenciais restaurar o aquecimento.

    O clima está anormalmente quente para o inverno na maior parte da Ucrânia, com temperaturas oscilando em torno de 4ºC, mas os meteorologistas esperam uma queda para zero no final da semana.