Oficial iraniano acusa Biden de ter ameaçado o Irã ilegalmente

Segundo Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, presidente norte-americano afirmou que "pode considerar outras opções se a diplomacia nuclear com Teerã falhar"

Joe Biden teria ameaçado Irã, segundo oficial do país
Joe Biden teria ameaçado Irã, segundo oficial do país AP

Reuters

Ouvir notícia

Um alto oficial de segurança iraniano acusou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, neste sábado (28), de ameaçar ilegalmente o Irã, dizendo que ele pode considerar outras opções se a diplomacia nuclear com Teerã falhar.

“A ênfase em usar ‘outras opções’ contra (o Irã) equivale a ameaçar outro país ilegalmente e estabelece o direito do Irã de retribuir contra as ‘opções disponíveis'”, disse Ali Shamkhani, secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, no Twitter.

Biden disse ao primeiro-ministro israelense Naftali Bennett em conversas na Casa Branca na sexta-feira (27) que ele estava colocando “a diplomacia em primeiro lugar” para tentar controlar o programa nuclear do Irã, mas que se as negociações fracassassem ele estaria preparado para recorrer a outras opções não especificadas.

O órgão da ONU que cuida de questões nuclearesdisse em um relatório neste mês que o Irã acelerou seu enriquecimento de urânio para quase o nível de armas, um movimento que aumenta as tensões com o Ocidente, já que ambos os lados buscam retomar as negociações para reviver o acordo nuclear de Teerã.

Mais Recentes da CNN