Oito pessoas morrem em dois dias após sequência de três avalanches na Áustria

Sequência de fortes nevascas e clima mais quente criou condições perigosas na região

Dentre os mortos na Áustria, seis são esquiadores
Dentre os mortos na Áustria, seis são esquiadores Fachdozent/Pixabay

Reuters

Ouvir notícia

Uma pessoa foi morta e outras quatro ficaram feridas em uma avalanche no oeste da Áustria no sábado (5), disse a polícia, um dia depois de outras duas avalanches matarem sete esquiadores devido a fortes nevascas seguidas por um clima mais quente que criou condições excepcionalmente perigosas.

A emissora austríaca ORF disse que a pessoa morta na avalanche de sábado no município de Schmirn, no estado do Tirol, era um homem local de 58 anos.

Na mesma província, um guia de montanha e esqui austríaco de 42 anos e quatro esquiadores suecos, todos homens na faixa dos 40 anos, foram mortos na sexta-feira (4) quando uma avalanche perto da cidade de Spiss, na fronteira com a Suíça, os enterrou completamente, disse a polícia.

Outro membro do grupo, um sueco de 43 anos, conseguiu telefonar pedindo ajuda e foi resgatado, disse a polícia. Dois esquiadores austríacos foram mortos em um terceiro incidente.

Os serviços de emergência encontraram os corpos dos dois esquiadores austríacos, uma mulher de 61 anos e um homem de 60 anos, às 00h40, horário local, no sábado, depois que seus parentes deram o alarme quando não puderam mais ser contatados, disse a polícia.

A dupla partiu na região do Tirol na tarde de sexta-feira e o homem disse a um contato por telefone às 15h30, na hora local, que eles atingiram o pico de 1.868 metros (6.129 pés) de Breitegg. Esse foi o último contato deles.

“Depois que não puderam mais ser contatados, parentes fizeram uma ligação de emergência por volta das 21h40”, disse a polícia em comunicado.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN