Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Oriente Médio está em nível mais perigoso das últimas décadas, dizem EUA

    Secretário de Estado dos Estados Unidos ressaltou também o que os EUA têm feito para evitar que conflitos se espalhem na região

    Tanques israelenses deixam a Faixa de Gaza
    Tanques israelenses deixam a Faixa de Gaza Reuters

    Michael Conteda CNN

    A situação no Oriente Médio está mais perigosa “desde pelo menos 1973, e possivelmente até antes disso”, disse o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, em coletiva de imprensa com o secretário-geral da Otan — a aliança militar ocidental –, Jens Stoltenberg.

    Em seguida, ele destacou o esforço dos EUA para evitar a escalada dos conflitos na região.

    Blinken pontuou ainda que a resposta dos EUA aos grupos armados apoiados pelo Irã, que supostamente são responsáveis por um ataque que matou três reservistas do Exército dos EUA na Jordânia, “poderia ser multinível, ocorrendo por etapas e sendo sustentada ao longo do tempo”.

    “Queremos evitar que este conflito se espalhe, por isso pretendemos fazer as duas coisas, ou seja, defender o nosso povo quando este é atacado, ao mesmo tempo que trabalhamos todos os dias para evitar que o conflito cresça e se espalhe”, explicou.

    Sobre a guerra na Faixa de Gaza, o principal diplomata dos Estados Unidos também falou sobre a reunião que teve com o primeiro-ministro e ministro das Relações Exteriores do Catar, Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, nesta segunda-feira (29);

    No encontro, discutiram os “esforços que estão acontecendo” para libertar os reféns israelenses e criar uma “pausa prolongada” nos combates no território palestino.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original