Palácio de Buckingham reativa troca da guarda depois de 18 meses

Cerimônia havia sido interrompida desde março de 2020 pela pandemia do novo coronavírus

Troca de Guarda no Palácio de Buckingham, em Londres23/8/ 2021. Yui Mok/Pool via REUTERS
Troca de Guarda no Palácio de Buckingham, em Londres23/8/ 2021. Yui Mok/Pool via REUTERS REUTERS

, da Reuters

Ouvir notícia

A famosa cerimônia da “Troca da Guarda” do Palácio de Buckingham, da rainha Elizabeth II, voltou nesta segunda-feira (23) em Londres, depois de uma pausa de 18 meses.

Na cerimônia, a Guarda da Rainha transfere a responsabilidade de proteger o Palácio de Buckingham e o Palácio de St. James à Nova Guarda, o que costuma envolver um desfile de soldados em túnicas escarlates e chapéus de pele de urso com uma banda do Exército, no centro da capital inglesa.

Membros do 1º Batalhão do Coldstream Guards realizaram a primeira troca da guarda desde março de 2020, quando a tradição, que costuma atrair um número grande de turistas, foi suspensa para evitar aglomerações, parte das medidas para conter a disseminação da Covid-19.

Entre as músicas interpretadas pela banda do Exército para entreter os espectadores esteve “Gold”, do Spandau Ballet, um de vários números tocados em homenagem aos medalhistas olímpicos britânicos.

Entretanto, a rainha não estava no palácio para assistir, já que se encontra em sua residência de verão escocesa de Balmoral.

A retomada da cerimônia nesta segunda-feira vem depois de uma semelhante realizada no Castelo de Windsor, o lar da rainha no oeste de Londres, que também voltar a ocorrer desde o mês passado.

Mais Recentes da CNN