Palestinos e polícia israelense entram em confronto; ao menos 200 ficam feridos

Segundo a polícia israelense, operação foi para erradicar a violência no Monte do Templo, local sagrado para os judeus

Pablo Relly, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

Confrontos entre palestinos e a polícia de Israel voltaram a ser registrados na área da mesquita Al-Aqsa, em Jerusalém. A Organização não Governamental (ONG) Crescente Vermelho informou que 215 palestinos ficaram feridos — quatro deles em estado grave.

Palestinos jogaram pedras contra as forças de segurança, que reagiram com bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e balas de borracha.

A polícia israelense disse que a operação foi para erradicar a violência no Monte do Templo, local sagrado para os judeus.

Para os muçulmanos, Al-Aqsa é o terceiro local mais sagrado do islã.

Com o objetivo de amenizar a situação, a polícia israelense disse que proibiu grupos judeus de fazerem visitas à praça sagrada que abriga a mesquita Al-Aqsa.

A polícia também está considerando se deve redirecionar a marcha tradicional do dia de Jerusalém, na qual milhares de jovens judeus passam pelo Portão de Damasco da cidade velha e pelo bairro muçulmano.

É importante lembrar que Israel vê Jerusalém como a capital do país, incluindo a parte oriental que foi anexada em uma decisão sem reconhecimento da comunidade internacional.

Já os palestinos reivindicam Jerusalém oriental como a capital de um estado independente que busca formar na Cisjordânia, ocupada na Faixa de Gaza.

Há tensão também pelo despejo planejado de várias famílias palestinas de um bairro da cidade. Isso depois de um tribunal de primeira instância ter decidido a favor da reivindicação de colonos judeus sobre as terras onde as casas dos palestinos estão localizadas.

A decisão é vista pelos palestinos como uma tentativa de Israel de expulsá-los da área. Uma audiência na suprema corte estava marcada para esta segunda-feira (10). Mas com a possibilidade de mais violência, o procurador-geral de Israel garantiu um adiamento da audiência.

O conselho de segurança da ONU discute a situação hoje.

Palestinos e polícia israelense entram em confronto; ao menos 200 ficam feridos
Palestinos e polícia israelense entram em confronto; ao menos 200 ficam feridos
Foto: Reuters

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN