Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Papa Francisco faz 86 anos com saúde delicada e busca por fim de escândalos na Igreja

    Jorge Mario Bergoglio tem trabalhado para restaurar a credibilidade do Vaticano mediante aos escândalos sexuais e financeiros denunciados nos últimos anos

    Fabrício Juliãoda CNN Em São Paulo

    Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, completa 86 anos neste sábado (17). O mais velho de cinco filhos de um imigrante italiano e uma mulher argentina nasceu na capital Buenos Aires.

    Bergoglio se formou como técnico químico antes de entrar no seminário, em 1958, na Companhia de Jesus. Foi ordenado padre aos 32 anos e liderou a comunidade argentina de jesuítas por quatro anos na década de 1970, em meio à dura ditadura militar no país.

    Foi escolhido Papa em 2013, depois que Bento XVI decidiu renunciar à função por causa da idade avançada. Bergoglio escolheu o nome de Francisco em homenagem a São Francisco de Assis – santo associado com a paz, a simplicidade e a preocupação com os mais pobres, além do respeito ao meio ambiente.

    Durante sua jornada no Vaticano, o pontífice lutou contra os abusos financeiros e sexuais envolvendo a Igreja Católica, mediou conversas para reaproximação de países e, mais recentemente, tornou-se um árduo crítico da guerra entre Rússia e Ucrânia.

    Dias antes do Natal, o pontífice deixou uma mensagem de paz ao povo ucraniano.

    “Façamos um Natal mais humilde, com presentes mais humildes, e enviemos o que pouparmos ao povo ucraniano, que precisa. Eles estão sofrendo muito, estão passando fome, sentem frio e muitos estão morrendo porque não há médicos e enfermeiras suficientes disponíveis”, declarou.

    “Não vamos esquecer. Natal, sim. Em paz com o Senhor, sim. Mas com os ucranianos em nossos corações. Vamos fazer este gesto concreto para eles”, completou.

    Tornou-se corriqueiro que fizesse apelos pelos direitos de refugiados e críticas aos países que fecham as portas aos imigrantes, como forma de usar sua influência para ajudar os mais necessitados.

    Nos últimos meses, Francisco tem sofrido com dores no joelho direito, que o forçaram a cancelar viagens internacionais. Para se poupar, ele tem cumprido muitos dos seus compromissos em uma cadeira de rodas.