Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Papa Francisco pede gastos com educação, não com armas

    Francisco também pediu equilíbrio entre uma economia de mercado livre e a necessidade de ajudar os necessitados e proteger o meio ambiente

    Philip Pullellada Reuters

    Ouvir notícia

    As nações deveriam redirecionar o dinheiro gasto em armamentos para investir em educação, disse o Papa Francisco nesta terça-feira (21) em uma mensagem anual de paz, condenando os crescentes custos militares em detrimento dos serviços sociais.

    Em sua mensagem para o Dia Mundial da Paz da Igreja Católica Romana, que é celebrado em 1º de janeiro, Francisco também pediu um melhor equilíbrio entre uma economia de mercado livre e a necessidade de ajudar os necessitados e proteger o meio ambiente.

    Ele dedicou cerca de um terço da mensagem de quatro páginas à educação, dizendo que houve uma “redução significativa” nos gastos com educação e treinamento em todo o mundo, enquanto os gastos militares aumentaram além dos níveis do final da Guerra Fria, e parecem “crescer exorbitantemente”.

    Ele não deu nenhuma fonte de informação sobre esses números.

    “É chegada a hora, então, de os governos desenvolverem políticas econômicas destinadas a inverter a proporção dos recursos públicos gastos em educação e em armamentos”, disse ele na mensagem, enviada a chefes de Estado e organismos internacionais.

    “A busca por um processo genuíno de desarmamento internacional só pode ser benéfica para o desenvolvimento dos povos e nações, liberando recursos financeiros mais bem usados ​​para saúde, escolas, infraestrutura, cuidado da terra e assim por diante”, disse ele.

    Redirecionamento de gastos

    Francisco pediu o desarmamento, a proibição de armas nucleares e disse que os fundos militares também deveriam ser desviados para a distribuição justa de vacinas Covid-19 e pesquisas para prevenir futuras pandemias.

    “Apesar dos inúmeros esforços voltados para um diálogo construtivo entre as nações, o barulho ensurdecedor da guerra e do conflito está se intensificando. Enquanto as doenças de proporções pandêmicas estão se espalhando, os efeitos da mudança climática e da degradação ambiental estão piorando, a tragédia da fome e da sede está aumentando”, disse na mensagem.

    Armas, educação e posição política

    As proporções com gastos militares e educação variam de país para país, mas as posições sobre o que aumentar e o que cortar costumam seguir linhas partidárias.

    Uma pesquisa do Pew Research Center em 2019 mostrou que, nos Estados Unidos, 84% dos democratas eram a favor de mais gastos com educação contra 56% dos republicanos e que 56% dos republicanos queriam mais gastos militares, contra 26% dos democratas.

    Mais Recentes da CNN