Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais da metade dos japoneses se opõe a funeral para ex-primeiro-ministro, diz pesquisa

    Governo do primeiro-ministro Fumio Kishida, um protegido de Shinzo Abe, decidiu que seu funeral será pago por fundos estatais

    Homenagem a Shinzo Abe
    Homenagem a Shinzo Abe Kyodo News via Getty Images

    Da Reuters

    Pouco mais da metade dos japoneses se opõe aos planos de um funeral de Estado para Shinzo Abe, o ex-primeiro-ministro cujo assassinato neste mês chocou o país, mostrou uma pesquisa de opinião neste domingo (31).

    O gabinete decidiu realizar um funeral de Estado para Abe, o primeiro-ministro japonês mais antigo, mas divisivo, em 27 de setembro no Nippon Budokan de Tóquio.

    Cerca de 53% dos entrevistados em uma pesquisa da agência de notícias Kyodo, feita entre sábado e domingo, expressaram oposição a um funeral de estado para Abe, superando os 45% que são favoráveis a um funeral de estado.

    O governo do primeiro-ministro Fumio Kishida, um protegido de Abe, decidiu que seu funeral será pago por fundos estatais. O último funeral totalmente financiado pelo Estado para um ex-primeiro-ministro foi em 1967, com os posteriores financiados conjuntamente pelo Estado e pelo Partido Liberal Democrata, do qual Abe permaneceu um membro influente.

    A pesquisa descobriu que o apoio ao gabinete de Kishida caiu em 12,2 pontos, ficando em 51,0%, o menor nível na pesquisa da Kyodo desde sua posse em outubro.