Pestana: Nomeação de uma mulher negra à Suprema Corte dos EUA traz esperança

Especialista CNN em diversidade comentou sobre a conquista da juíza Ketanji Brown Jackson e pontuou a importância deste momento

Isabela Filardida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A juíza Ketanji Brown Jackson se tornou, na última quinta-feira (7), a primeira mulher negra dos Estados Unidos na Suprema Corte do país. Em seu discurso, Jackson pontuou o quanto essa conquista foi um passo difícil e importante.

Demorou 232 anos e 115 nomeações prévias para uma mulher negra ser selecionada para servir na Suprema Corte dos Estados Unidos. Mas nós conseguimos. Nós conseguimos. Todos nós

Ketanji Brown Jackson

O Especialista CNN em diversidade Mauricio Pestana comentou sobre este momento histórico.

De acordo com Pestana, era esperado um discurso mais ameno e mais contemplador. A juíza, no entanto, foi forte e reforçou que agora as crianças negras dos Estados Unidos podem chegar onde quiserem.

Pestana afirmou também que essa nomeação prova o quanto o mundo está mudando e o quão importante é ter países como os Estados Unidos, uma super potência mundial, com mulheres negras ocupando esses espaços.

“Esperamos que esses exemplos nos encham de esperança para que outros lugares, como o Brasil, também possam mudar”, disse o especialista.

Veja mais no vídeo acima.

Mais Recentes da CNN