Protestos em Cuba refletem contexto de crise econômica e transição política

Da CNN, em São Paulo *

Ouvir notícia

Milhares de pessoas participaram no último domingo (11) de uma onda de protestos em Cuba para reclamar da falta de bens básicos, de restrições às liberdades civis e da atuação do governo no enfrentamento a um surto de infecções pela Covid-19. As manifestações foram as mais significativas das últimas décadas no país e despertaram reações internacionais. Diversos países e as Nações Unidas pediram que o governo cubano respeitasse o direito dos cidadãos de se expressar. Já as autoridades de Cuba culparam as sanções comerciais impostas pelos Estados Unidos pelos problemas econômicos que teriam motivado os protestos.

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira fala sobre os acontecimentos singulares registrados em Cuba nos últimos dias. O editor de internacional da CNN Brasil Renan de Souza e o cientista político Maurício Santoro, do Departamento de Relações Internacionais da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), descrevem os fatores que contribuíram para a eclosão dos protestos: o processo de transição política que a ilha atravessa com a chegada ao poder do presidente Miguel Diaz-Canel e o impacto da pandemia da Covid-19 no turismo, principal setor da economia local.

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

E Tem Mais

Abertura de Mercado

Horário de Brasília

CNN Mundo

Alma do Negócio

Entre Vozes

5 Fatos

Na Palma da Mari

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais, com apresentação de Carol Nogueira
Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã
Foto: CNN Brasil

* Texto publicado por Diego Toledo

Mais Recentes da CNN