Tensão internacional e pandemia rondam Olimpíadas de Inverno na China

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta panorama dos gestos políticos e das preocupações sanitárias que cercam realização dos Jogos em Pequim

Da CNN Brasil*

Em São Paulo

Ouvir notícia

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim, entraram em sua primeira semana de competições após uma grande cerimônia de abertura realizada na última sexta-feira (4) no estádio Ninho do Pássaro, apesar do público reduzido, restrito a convidados, devido às medidas de restrição impostas pelo combate à Covid-19. Até o próximo dia 20, mais de 3 mil atletas disputam medalhas em 15 modalidades, com 11 representantes brasileiros entre os participantes.

Mas o megaevento esportivo ocorre em meio a uma escalada da tensão entre Estados Unidos e Rússia, diante da ameaça de uma invasão russa à Ucrânia. A China é um dos mais importantes aliados do governo russo e mantém uma disputa política e econômica com os norte-americanos por protagonismo na arena internacional.

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama dos gestos políticos e das preocupações sanitárias que cercam a realização das Olimpíadas em Pequim. Para descrever os possíveis impactos dos Jogos na luta pelo controle da pandemia de Covid-19 e a importância geopolítica do evento para a China, participam deste episódio o infectologista Alexandre Naime Barbosa, professor da Unesp, e o pesquisador Carlos Gustavo Poggio, especialista em relações internacionais da Faap.

Conheça outros podcasts da CNN Brasil:

Horário de Brasília

5 Fatos

Entre Vozes

CNN Mundo

Alma do Negócio

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais, com apresentação de Carol Nogueira
Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã / CNN Brasil

(* Publicado por Diego Toledo)

Mais Recentes da CNN