Porta-voz do Talibã diz que não haverá invasões de casas ou ação contra mulheres

Segundo o representante do grupo que retomou o poder do Afeganistão no último fim de semana, as mulheres "são partes importantes da sociedade"

João de Mari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Talibã afirmou nesta terça-feira (17) que não haverá invasões de casas ou discriminação de mulheres. Em entrevista coletiva realizada em Cabul, capital do Afeganistão, o porta-voz Zabihullah Mujahid disse ainda que “ninguém será perseguido”.

“Quero assegurar à população que ninguém entrará em suas casas armados para interrogá-los”, afirmou.

Segundo o representante do grupo que retomou o poder do Afeganistão no último fim de semana, as mulheres “são partes importantes da sociedade”.

“Baseados na Sharia, as mulheres são partes importantes da sociedade. Não haverá nenhuma discriminação contra as mulheres”, disse.

Além disso, Mujahid garantiu que as mulheres terão os direitos garantidos dentro das leis do Islã, entre eles, a garantia de que elas possam trabalhar.

“Nós vamos permitir que as mulheres trabalhem, elas são um segmento importante da sociedade. Nós estamos garantindo todos os direitos delas, dentro das leis do Islã”, disse.

Zabihullah Mujahid (C), porta-voz do Talibã, em entrevista coletiva em Cabul
Zabihullah Mujahid (C), porta-voz do Talibã, em entrevista coletiva em Cabul
Foto: Rahmat Gul – 17.ago.2021/AP

Mulheres terão de usar véu islâmico e cobrir rosto

Embora o Talibã afirme que não haverá interferência nos direitos das mulheres, já há relatos de ações de proibição em partes do país.

Em entrevista à correspondente da CNN Internacional, Clarissa Ward, em Cabul, um representante do grupo afirmou que as mulheres deverão usar o niqab islâmico, um tipo de véu que cobre o rosto.

“As mulheres podem continuar com a vida delas, e não vamos dizer nada para elas. Elas podem ir a escola, podem continuar com a sua educação, mas vão usar o niqab islâmico (tipo de véu), cobrindo o rosto”, disse à CNN.

Centenas de afegãos invadiram aeroporto de Cabul para tentar fugir do país
Centenas de afegãos invadiram aeroporto de Cabul para tentar fugir do país
Foto: Shekib Rahmani – 16.ago.2021/AP

Multidão invade aeroporto para deixar Afeganistão

Com o Talibã no controle, uma multidão invadiu o aeroporto de Cabul, capital do país, em busca de deixar o Afeganistão na segunda-feira (16). Em imagens que circularam pela internet, é possível ver pessoas aglomeradas em escadas e na área da pista de pouso e decolagem.

Na entrevista desta terça-feira (17), o porta-voz do grupo islâmico comentou o episódio. Ele afirmou que “ninguém será perseguido” e sugeriu que as pessoas devam retornar ao país. 

“Ninguém será perseguido. Nossos indivíduos não ameaçam as pessoas. Essas pessoas que estão no aeroporto com medo deveriam retornar, pois ninguém perseguirá eles”, comentou.

Mais Recentes da CNN