Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente da Colômbia ordena abertura de embaixada na Cisjordânia, diz ministro

    Isso acontece após país romper laços diplomático com Israel

    Presidente da Colômbia, Gustavo Petro
    Presidente da Colômbia, Gustavo Petro 03/08/2023REUTERS/Vannessa Jiménez

    Julia Symmes Cobbda Reuters

    O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, ordenou a abertura de uma embaixada na cidade de Ramallah, no território palestino da Cisjordânia, disse o ministro das Relações Exteriores colombiano, Luis Gilberto Murillo, a jornalistas nesta quarta-feira (22).

    “O presidente Petro deu ordem para abrirmos a embaixada da Colômbia em Ramallah, a representação da Colômbia em Ramallah, esse é o próximo passo que vamos dar”, disse Murillo.

    No início deste mês, Petro anunciou que cortaria relações diplomáticas com Israel devido às suas ações na Faixa de Gaza.

    O presidente criticou fortemente o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e pediu para se juntar ao caso da África do Sul na Corte Internacional de Justiça (CIJ), que acusa Israel de genocídio.

    Ramallah serve como capital administrativa do Estado palestino.

    A resposta de Israel ao ataque do Hamas em 7 de outubro gerou diversas críticas da comunidade internacional.

    Mais recentemente, o acesso da ajuda humanitária ao sul de Gaza foi interrompido, segundo uma agência da ONU, desde que Israel intensificou as operações militares em Rafah.

    Segundo a ONU, 900 mil pessoas foram forçadas a fugir devido aos combates em Rafah, que também aumentaram as tensões com o Egito.