Primeiro caso de Covid-19 é identificado na cúpula do G20

Membro da imprensa testou positivo para o coronavírus na sexta-feira (29) e está isolado; caso foi detectado ante que ele entrasse no centro de mídia

Centro de Convenções Nuvola, em Roma, onde acontece a Cúpula do G20
Centro de Convenções Nuvola, em Roma, onde acontece a Cúpula do G20 Reprodução/G20 Italy

Chris LiakosKara Foxda CNN

Ouvir notícia

A Covid-19 chegou à cúpula do G20. Um membro da imprensa testou positivo para o vírus na sexta-feira (29) e está isolado, de acordo com o departamento de saúde da região de Lazio.

O caso positivo foi detectado antes que ele entrasse no centro de mídia graças aos rígidos protocolos contra Covid-19, segundo o comunicado do departamento de saúde.

Representantes da mídia estrangeira são obrigados a apresentar um teste negativo realizado até 48 horas antes de entrar na Itália. A imprensa local também deve apresentar um teste negativo a cada 48 horas para obter acesso ao encontro.

Todos os membros da imprensa devem testar negativo para o vírus por meio de um teste rápido de antígeno ou molecular a cada 48 horas, de acordo com a orientação oficial da cúpula do G20.

Máscaras PFF2 devem ser usadas em todos os momentos dentro do centro de mídia, de acordo com as orientações.

Por outro lado, muitos líderes mundiais que chegaram ao centro de conferências neste sábado (30) foram vistos saindo de seus veículos com máscaras, mas logo as tiraram no tapete vermelho para um encontro e um aperto de mão com o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN