Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Primeiros atos de Joe Biden nos EUA, carta de Bolsonaro e mais de 21 de janeiro

    As notícias mais importantes do começo desta quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

    Da CNN, em São Paulo

    Os primeiros atos de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos, a carta de Bolsonaro ao novo comandante americano e a manutenção da taxa básica de juros a 2% ao ano são alguns dos destaques da manhã desta quinta-feira, 21 de janeiro de 2021.

    Posse nos EUA

    Joe Biden defendeu a união e a democracia no primeiro discurso como presidente dos Estados Unidos. E os três primeiros decretos foram: os Estados Unidos voltam a fazer parte do acordo de Paris, a obrigatoriedade do uso de máscaras em propriedades federais e a igualdade racial.

    Adeus de Trump

    E no discurso de despedida, Donald Trump disse aos apoiadores que vai voltar de um jeito ou de outro. E antes de deixar o cargo, assinou um memorando que estende a proteção do serviço secreto em seis meses para todos os filhos dele.

    Carta para Biden

    Jair Bolsonaro (sem partido) enviou uma carta a Joe Biden. O tom é de que as relações entre o Brasil e os Estados Unidos sejam firmes. O presidente, com o gesto, tenta se aproximar do novo presidente depois de ser o último mandatário do mundo democrático a parabenizá-lo pela vitória.

    Vacina

    O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que o atraso de insumos para produção da vacina contra a Covid-19 não se deve a impasses políticos. O governo brasileiro ainda aguarda a chegada do material da China e a Índia.

    Juros

    O Comitê de Política Monetária do Banco Central manteve a taxa básica de juros, a Selic, na atual mínima histórica de 2% ao ano. Esta é a quarta vez consecutiva em que o Copom optou pela manutenção da taxa neste patamar.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

    (Publicado por: André Rigue)