Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Príncipe Harry descreve em seu novo livro a forma como perdeu a virgindade

    Livro será lançado em 10 de janeiro e também fala sobre as brigas com o irmão William e o uso de drogas durante a adolescência

    Príncipe Harry será executivo em startup de tecnologia na Califórnia
    Príncipe Harry será executivo em startup de tecnologia na Califórnia Foto: WPA Pool - 6.mar.2020/ Getty Images

    Da CNN

    O príncipe Harry descreveu a perda de sua virgindade como “um episódio humilhante” em seu livro de memórias “Spare”, de acordo com a Sky News.

    A agência de notícias do Reino Unido, que afirma ter obtido uma prévia vazada do livro, cita Harry dizendo que perdeu a virgindade com “uma senhora mais velha” que “amava muito os cavalos”. Harry não dá o nome da mulher.

    “Um dos meus erros foi deixar acontecer em um campo, logo atrás de um pub movimentado”, diz o trecho relatado pela Sky. “Alguém definitivamente nos viu”, acrescenta Harry.

    A CNN não teve acesso a uma cópia do livro, mas já solicitou uma à Penguin Random House antes de seu lançamento em 10 de janeiro. Alguns meios de comunicação obtiveram cópias com antecedência e as notícias não tardaram a chegar.

    Das brigas com o irmão William, a quem descreve como um “arquiinimigo”, à visão da rainha consorte Camila e ao uso de drogas na adolescência, são várias as revelações contidas nas memórias que chocaram o mundo.

    O livro afirma que Harry “implorou” a seu pai, agora rei Charles III, para não se casar com Camilla, agora rainha consorte, e que ele temia que ela fosse uma “‘madrasta má'”, de acordo com Mail Online e The Sun, que afirmam ter obtido uma cópia em espanhol das memórias.

    No livro, Harry afirma que ele e seu irmão, o príncipe William, disseram que dariam as boas-vindas a Camilla na família, mas pediram ao pai que não se casasse com ela, chamando-a de “a outra mulher”, de acordo com os dois veículos.

    Além disso, Harry admite que usou cocaína aos 17 anos, segundo a Sky News. O duque de Sussex escreveu: “É claro que eu estava usando cocaína na época. Na casa de alguém, durante um fim de semana de caça, me ofereceram uma linha e, desde então, usei um pouco mais”, relatou o Sky News.

    “Não foi muito engraçado e não me fez sentir especialmente feliz como os outros pareciam, mas me fez sentir diferente, e esse era meu principal objetivo. Sentir. Ser diferente”, escreveu ele. “Ele era um garoto de 17 anos disposto a tentar quase tudo que perturbasse a ordem estabelecida (…). Pelo menos, ele estava tentando me convencer disso.”

    O Palácio de Buckingham se recusou a comentar o livro.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original