Racismo contra asiáticos: Chinês que serviu exército dos EUA mostra cicatrizes

O servidor público chinês Lee Wong mostrou as marcas de guerra em uma reunião do conselho da cidade de Westchester

Carolina Souza, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em meio a protestos sobre o racismo contra asiáticos nos Estados Unidos, o servidor público chinês Lee Wong fez um desabafo mostrando as cicatrizes de guerra em uma reunião do conselho da cidade de Westchester.

Ele mora no país há mais de 50 anos e afirmou que o sentimento antiasiático ficou pior nos últimos anos. Com isso, exibiu as marcas no corpo, que possui desde quando serviu o exército norte-americano, e afirmou:

“Algumas pessoas ignorantes virão até mim e dirão que eu não pareço americano ou patriota o suficiente. Aqui está minha prova.” 

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia, os crimes de ódio contra asiáticos aumentaram 150% nos Estados Unidos durante a pandemia.

Chinês mostra cicatrizes de guerra em reunião nos EUA
Chinês mostra cicatrizes de guerra em reunião nos EUA (28.mar.2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN