Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Raro filhote de lêmure nasce em zoológico na Inglaterra; entenda a importância 

    Com origem em Madagascar, a espécie corre grave risco de extinção

    Aline Narimotoda CNN

    São Paulo

    O zoológico Chester, em Cheshire, na Inglaterra, comemorou o nascimento de um filhote de lêmure-sifaka no final de dezembro. A espécie é uma das mais raras entre os primatas. 

    “Estes incríveis lêmures estão à beira da extinção, então esta é uma grande vitória para a conservação e a maneira perfeita de terminar 2023”, disse o perfil do zoológico nas redes sociais. 

    O Chester Zoo é o único no Reino Unido e um de apenas três na Europa que atualmente cuidam por essa espécie em risco de extinção, segundo o site oficial do próprio zoológico. 

    “O novo bebê nasceu com uma fofa e grossa camada de pelo branco, assim como os pais, e já está com os olhos bem abertos e cheio de personalidade. […] Nos próximos meses, vai ganhar confiança para começar a explorar por conta própria. Apenas nessa fase o nosso time vai poder observar com proximidade e descobrir se o filhote é macho ou fêmea, informação importante enquanto trabalhamos para cuidar da espécie e do seu futuro”, descreveu Nick Davis, primatologista e gerente geral de mamíferos do zoológico.

    Os lêmures-sifaka são naturais da ilha de Madagascar, onde lutam pela sobrevivência. Ainda de acordo com Nick Davis, nos últimos 30 anos, cerca de 80% dos animais da espécie morreram por causa do desmatamento e, por consequência, foram classificados como criticamente ameaçados de extinção em 2018 pela União Internacional para a Conservação da Natureza.