Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia diz que Suíça “não é neutra” e não pode intermediar conversas com Ucrânia

    Suíça tem uma longa tradição diplomática de atuar como intermediária entre países cujas relações se romperam, mas o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Ivan Nechayev, disse que isso não é possível na situação atual

    Tanques de tropas pró-Rússia atravessam rua na cidade de Popasna, na região de Luhansk, na Ucrânia
    Tanques de tropas pró-Rússia atravessam rua na cidade de Popasna, na região de Luhansk, na Ucrânia 26/05/2022 REUTERS/Alexander Ermochenko

    Reuters

    A Rússia disse, nesta quinta-feira (11), que recusou uma oferta da Suíça para representar os interesses ucranianos na Rússia e os interesses de Moscou na Ucrânia porque não considera mais a Suíça um país neutro.

    A Suíça tem uma longa tradição diplomática de atuar como intermediária entre países cujas relações se romperam, mas o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Ivan Nechayev, disse que isso não é possível na situação atual.

    “Os suíços estavam realmente interessados ​​em nossa opinião sobre a possível representação dos interesses da Ucrânia na Rússia e da Rússia na Ucrânia”, disse Nechayev a repórteres.

    “Respondemos muito claramente que a Suíça, infelizmente, perdeu seu status de estado neutro e não pode agir como intermediário ou representante. Berna [capital da Suíça] aderiu a sanções ocidentais ilegais contra a Rússia”, acrescentou.

    A Suíça acompanhou quase todas as sanções que a União Europeia impôs à Rússia por sua intervenção militar na Ucrânia.

    A mídia suíça informou anteriormente que o principal objetivo da proposta suíça seria permitir que os ucranianos que vivem na Rússia recebam serviços consulares da embaixada suíça em Moscou.

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN