Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia enviou cerca de 30 mil soldados e armas modernas para Belarus, diz Otan

    Kremlin afirmou, por outro lado, que o destacamento de tropas adicionais dos Estados Unidos no Leste Europeu está aumentando as tensões na região

    Reuters

    A Rússia tem transportado cerca de 30 mil soldados e armas modernas para Belarus nos últimos dias, o maior destacamento militar de Moscou para o país desde o fim da Guerra Fria, disse o secretário-geral da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, nesta quinta-feira (3).

    O deslocamento incluiu forças de operações especiais Speznaz, caças SU-35, mísseis Iskander de dupla capacidade e sistemas de defesa aérea S-400, disse ele aos repórteres em Bruxelas.

    “Tudo isso será combinado com o exercício anual das forças nucleares russas”, acrescentou.

    O termo capacidade dupla, que Stoltenberg usou para os mísseis Iskander, é usado para descrever armas destinadas à guerra convencional e nuclear.

    Por outro lado, o Kremlin afirmou, também nesta quinta, que o destacamento de tropas adicionais dos Estados Unidos no Leste Europeu está aumentando as tensões na região; Washington anunciou que enviará 3 mil tropas extras para a Polônia e a Romênia.

    A Rússia acumulou dezenas de milhares de tropas perto de sua fronteira com a Ucrânia, exigindo que os Estados Unidos e a aliança militar ocidental Otan prometam não permitir a adesão de Kiev ao bloco militar liderado pelos EUA, mas negando qualquer plano de invasão do país vizinho.

    A Casa Branca disse, nesta semana, que tropas extras protegeriam o Leste Europeu de um possível transbordamento da crise ucraniana.