Saída dos EUA do Afeganistão ameaça segurança de aliados, diz professora

Bárbara Motta criticou a forma como a saída do país foi coordenada

Elis Franco

São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, a professora Bárbara Motta, doutora em Relações Internacionais, afirmou que a forma como os Estados Unidos realizaram a retirada de tropas do Afeganistão pode colocar em xeque a capacidade do país em garantir a segurança internacional e de seus aliados.

“A forma como os EUA saíram, e toda a catástrofe que se sucedeu após o ocorrido, pode colocar em xeque a própria capacidade que os EUA têm de não só garantir a segurança internacional, mas principalmente de garantir a segurança de seus aliados”, afirmou a professora.

Bárbara Motta afirmou, ainda, que a discussão nunca foi sobre a retirada das tropas em si, mas sim sobre a forma como aconteceu a retirada, que contribuiu para a queda de popularidade do presidente Joe Biden.

“Para a comunidade internacional, já havia a percepção de que era necessário realizar a retirada dos EUA do Afeganistão. Esse não é um ponto de dissenso entre republicanos e democratas. O grande debate é sobre como foi feito esse processo”, completou a professora.

Mais Recentes da CNN