Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Secretário de Estado dos EUA diz que o foco dos próximos dias será estender a trégua em Gaza

    Anthony Blinken volta ao Oriente Médio em viagens a Israel e Cisjordânia

    Secretário de Estado dos EUA Antony Blinken em Tóquio
    Secretário de Estado dos EUA Antony Blinken em Tóquio 8/11/2023 REUTERS/Jonathan Ernst

    Jennifer Hanslerda CNN

    Em uma viagem de volta ao Oriente Médio, o secretário de Estado dos Estados Unidos Antony Blinken disse nesta quarta-feira (29), que o foco agora é estender a trégua na guerra entre Israel e Hamas.

    A permanência da trégua é “para que continuemos a tirar mais reféns e enviar mais assistência humanitária“, disse Blinken em uma entrevista coletiva em Bruxelas.

    Blinken fará sua terceira viagem à região, com reuniões em Israel, na Cisjordânia e nos Emirados Árabes Unidos nos próximos dias. Ele deve chegar em Israel quando a trégua negociada pelos EUA, Catar e Egito estiver prestes a expirar.

    “Gostaríamos de ver a pausa estendida porque o que permitiu, em primeiro lugar, é que os reféns sejam libertados e estejam unidos com suas famílias”, disse o secretário de Estado americano.

    “Isso também nos permitiu aumentar a assistência humanitária ao povo de Gaza que estão desesperadamente precisando dela. Assim, sua continuação, por definição, significa que mais reféns estariam voltando para casa, mais assistência estaria entrando (em Gaza).”

    “Vamos debater com Israel como ele pode alcançar seu objetivo de garantir que os ataques terroristas de 7 de outubro nunca mais aconteçam; e que, ao mesmo tempo, ocorra a assistência humanitária, que minimiza ainda mais o sofrimento e as mortes entre os civis palestinos” afirmou Blinken.

    Ele disse que estaria focado, como em viagens passadas, em garantir que o conflito não se espalhe para além das fronteiras e que seja definido uma forma de governo em Gaza para após a guerra.

    “Agora, todo mundo está focado no que está acontecendo em Gaza agora, mas também precisamos nos concentrar ao mesmo tempo – e estamos em conversas com muitos outros países – no que eu chamei de dia seguinte. No dia seguinte, quero dizer, o que acontece em Gaza quando a guerra terminar. Há questões importantes sobre sua governança, sua segurança, sua reconstrução”, disse Blinken..

    Ele descreveu o “dia seguinte” como “Como podemos seguir um caminho claro para atender às legítimas aspirações políticas do povo palestino, que, na nossa opinião, é o único caminho para uma paz duradoura e segurança para todos, começando por Israel e os israelenses.”

    “Estas são conversas que vamos insistir nos próximos dias, nas próximas semanas, nos próximos meses”, disse ele.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original