Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Secretário-geral da ONU diz estar angustiado com plano de Israel e pede que Hamas pare ataques e liberte reféns

    Guterres reiterou que apenas a paz negociada e “a visão de longa data de uma solução de dois Estados” podem trazer estabilidade à região

    Richard Rothda CNN

    O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, pediu que Hamas pare com os ataques a Israel e liberte reféns.

    Em declarações nesta segunda-feira (9), ele também pediu a todas as partes do conflito que permitam acesso da ONU para prestar assistência humanitária aos palestinos presos na Faixa de Gaza.

    Guterres reiterou que apenas a paz negociada e “a visão de longa data de uma solução de dois Estados” podem trazer estabilidade à região.

    O secretário-geral condenou os “ataques abomináveis do Hamas e outros contra cidades e aldeias israelenses na periferia de Gaza”.

    Disse ainda que, embora reconhecesse “as queixas legítimas do povo palestino”, nada pode justificar atos de terror, mutilações, assassinatos e raptos de civis.

    Ele também comentou sobre o cerco de Israel iniciado contra Gaza: “Estou profundamente angustiado com o anúncio de que Israel iniciará um cerco completo à Faixa de Gaza, sem permissão de entrada – sem eletricidade, alimentos ou combustível”.

    Mais cedo nesta segunda, o ministro da Defesa de Israel disse que ordenou o “cerco completo” de Gaza, cortando eletricidade, alimentos, combustível e água.

    Isto ocorre no momento em que o país realiza ataques aéreos em uma declaração formal de guerra ao Hamas.

    Mais de 680 palestinos morreram, segundo o Ministério da Saúde de Gaza, e os cuidados médicos foram afetados pelo corte de energia.

    VÍDEO – Benjamin Netanyahu: Bombardeios contra o Hamas estão só começando