Sevilha é tomada por multidão na primeira Páscoa sem restrições por Covid

Procissão conhecida como "La Madruga" levou milhares às ruas na madrugada da Sexta-feira Santa

Multidão toma as ruas de Sevilha na primeira Páscoa sem restrições por Covid.
Multidão toma as ruas de Sevilha na primeira Páscoa sem restrições por Covid. Reuters / Reprodução

Mariano ValladolidGraham KeeleyCatherine Macdonaldda Reuters

Sevilha

Ouvir notícia

Pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19, multidões lotaram as ruas de Sevilha enquanto uma das procissões de Páscoa mais emblemáticas da Espanha percorria a cidade a partir da meia-noite sem restrições de distanciamento social.

Conhecida como La Madruga, ou “A Alvorada”, a procissão apresenta penitentes que usam capuzes pretos pontudos e carregam um carro alegórico da Virgem da Esperança de Macarena da catedral da cidade.

“Estávamos esperando que as questões da pandemia terminassem para chegar a esses tipos de eventos. Claro que La Macarena é a coisa mais maravilhosa que existe”, disse Ignacio Suarez, 70 anos, motorista de caminhão, à Reuters perto da catedral após a procissão terminar.

Dezenas de milhares de pessoas costumam assistir aos desfiles da cidade, que acontecem ao longo da Semana Santa e onde confrarias centenárias de fiéis carregam efígies de Cristo ou da Virgem Maria decoradas com velas e flores.

Todas as tradicionais procissões de Páscoa da Espanha foram canceladas desde 2020 devido à pandemia. O país impôs um dos bloqueios mais rígidos do mundo no início da pandemia, mas a maioria das restrições foi gradualmente retirada conforme os níveis de infecção por COVID diminuíram, após um abrangente programa de vacinação.

Mais Recentes da CNN