Talibã foi ‘pragmático’ e ‘profissional’ nos momentos finais da presença dos EUA

General Frank McKenzie, principal general do Comando Central dos EUA, falou sobre operação de retirada das tropas norte-americanas em Cabul

Soldado americano cuida de criança em um dos pontos de checagem no aeroporto de Cabul
Soldado americano cuida de criança em um dos pontos de checagem no aeroporto de Cabul U.S. Marine Corps/Sgt. Victor Mancilla/AP

Michael Conte e Ellie Kaufmanda CNN

Ouvir notícia

O general Frank McKenzie, o principal general do Comando Central dos EUA, disse que o Talibã tem sido “muito pragmático e muito profissional” durante a retirada dos EUA do Afeganistão.

McKenzie disse que uma das últimas coisas que o major-general Chris Donahue fez antes de deixar o Afeganistão foi “falar com o comandante do Talibã”.

Os EUA coordenaram com o comandante do Talibã quando as tropas estavam saindo, “mas não houve discussão sobre voltar atrás na decisão”, disse McKenzie.

“Não o entregamos ao Talibã. General Donahue, uma das últimas coisas que ele fez antes de partir foi falar com o comandante do Talibã que ele vinha coordenando, assim que, sobre a hora de partirmos, apenas para avisá-los de que estávamos indo embora. Mas não houve nenhuma discussão sobre voltar atrás na decisão”, disse McKenzie.

(Texto traduzido, leia original em inglês aqui)

Mais Recentes da CNN