Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tanques de guerra de Israel entram na Faixa de Gaza para ataque direcionado antes das próximas etapas

    Porta-voz das Forças de Defesa de Israel afirmou que a invasão desta quinta-feira (25) serviu para criar "melhores condições" para possíveis operações terrestres futuras

    Amir Talda CNN

    Jerusalém

    As tropas israelenses realizaram um “ataque direcionado” com tanques no norte da Faixa de Gaza nesta quinta-feira (26) antes de se retirarem do território, de acordo com as Forças de Defesa de Israel (FDI).

    O vídeo publicado pelas FDI mostrou tanques e veículos blindados, incluindo uma escavadeira, movendo-se em uma estrada perto de uma cerca. Os tanques dispararam artilharia e destruição pôde ser vista nas proximidades.

    As FDI disseram que o ataque era “parte dos preparativos para as próximos etapas do combate”.

    “Os soldados saíram da área no final da atividade”, disse o comunicado.

    O porta-voz das FDI, Peter Lerner, descreveu o ataque como grande, mas de escopo limitado, dizendo que foi “uma operação clara e abrangente destinada a criar melhores condições para operações terrestres se e quando isso ocorrer”.

    Veja também: Israel confirma ataque terrestre em Gaza

    “Na verdade, enfrentamos o inimigo, matando terroristas que planejavam realizar ataques contra nós com mísseis antitanque guiados”, disse ele à CNN.

    Preparativos das FDI

    Israel prometeu exterminar o Hamas, o grupo radical islâmico que controla Gaza, em resposta aos seus ataques terroristas mortais e à violência de sequestros de 7 de outubro, nos quais 1.400 pessoas, a maioria civis, foram mortas e mais de 200 feitas reféns.

    Num discurso televisionado na quarta-feira (25), o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, confirmou que Israel está “preparando-se para uma incursão terrestre” em Gaza, após quase três semanas de ataques aéreos na faixa costeira.

    Os ataques israelenses mataram mais de 6.400 pessoas e feriram outras 17.000, segundo informações das autoridades de saúde controladas pelo Hamas em Gaza e publicadas pelo Ministério da Saúde palestino em Ramallah.

    Um soldado israelense morto em um confronto com o Hamas no domingo é a primeira morte militar israelense anunciada publicamente dentro da Faixa desde 7 de outubro, disse as FDI na terça-feira.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original