Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tempestade de neve provoca cancelamento de milhares de voos nos EUA

    Mais de 2200 voos foram cancelados ou atrasados nesta segunda-feira; centenas de milhares de residências e empresas ficaram sem energia

    Rich McKayIsmail Shakilda Reuters

    Milhares de voos dos Estados Unidos foram cancelados nesta segunda-feira (17) e mais de 100.000 residências e empresas ficaram sem energia quando uma tempestade de neve se alastrou pela costa leste da Nova Inglaterra e Canadá, onde pode cair mais de 30 cm de neve, segundo meteorologistas.

    Mais de 2.200 voos foram cancelados ou atrasados ​​na segunda-feira, de acordo com o site de rastreamento FlightAware, e mais de 128.000 residências e empresas ainda estavam sem energia da Geórgia para o Maine, de acordo com a PowerOutageUs.

    No domingo, houve mais de 3.000 voos cancelados nos Estados Unidos.

    A tempestade pode fazer com que caiam de 20 a 30 cm de neve em partes de Vermont, New Hampshire e Maine na segunda-feira, enquanto se dirige ao norte para Quebec e Ontário, disse Marc Chenard, meteorologista do Serviço Nacional de Meteorologia em College Park Maryland.

    Atlanta registrou neve pela primeira vez em quatro anos, disse o serviço meteorológico.

    Autoridades do leste dos Estados Unidos pediram aos motoristas que evitem estradas com neve nesta segunda-feira, feriado nos EUA em homenagem ao ícone dos direitos civis assassinado, Martin Luther King Jr.

    Na Carolina do Norte, onde algumas regiões registraram nevascas recordes, duas pessoas morreram no domingo quando perderam o controle de seu carro em Raleigh, segundo relatos da mídia.

    O trânsito em Toronto, a maior cidade do Canadá, e em outras cidades de Ontário ficou congestionado quando as tempestades despejaram vários centímetros de neve e trouxeram visibilidade próxima a zero.

    Um alerta de clima extremo está em vigor em grande parte do sudeste do Canadá, de acordo com o Environment Canada, e Toronto deve receber até 60 cm de neve.

    Mais de um terço dos voos foram cancelados no aeroporto Toronto Pearson, o mais movimentado do Canadá, e algumas pessoas ficaram presas em seus veículos, esperando que as estradas fossem liberadas.

    Os ônibus estavam parados e os pedestres que passavam ajudavam a empurrar os carros por uma rua na principal rota de passageiros no centro de Toronto, que parecia não ter sido arada.

    “Esta tempestade está longe de terminar”, disse Chenard. “Temos alertas de tempestades de inverno na Nova Inglaterra, Nova York e no oeste de Ohio e Pensilvânia. Há alertas de ventos fortes na costa da Nova Inglaterra, de Massachusetts ao Maine, com rajadas de até 104 km/h.”