Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    TikTok intensificará luta contra fake news antes de eleições na União Europeia

    Aplicativo incluirá "centros eleitorais", com opção do idioma local de todos os 27 membros do bloco

    Ilustração com logo do TikTok e bandeira da UE
    Ilustração com logo do TikTok e bandeira da UE 2/6/2023 REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração/Arquivo

    Foo Yun Cheeda Reuters

    em Bruxelas

    O TikTok disse, nesta quarta-feira (14), que intensificará sua luta contra fake news e operações de influência secreta no período que antecede as eleições para o Parlamento Europeu, em junho, com uma seção no aplicativo.

    A plataforma de mídia social de propriedade da ByteDance afirmou que os “centros eleitorais” que serão incluídos no app baseiam-se no trabalho iniciado em 2021, que se acelerou no ano passado, quando Grécia, Holanda, Polônia, Eslováquia e Espanha foram às urnas.

    A alteração no aplicativo foi concebida para informar melhor os europeus sobre o processo eleitoral.

    Governos e políticos de todo o mundo estão preocupados com a propagação de desinformação e com a utilização de deepfakes gerados por inteligência artificial (IA) para influenciar as eleições e, especialmente, com o papel das plataformas de redes sociais.

    Cerca de 30% dos parlamentares do Parlamento Europeu usam o TikTok, disse a empresa.

    “No próximo mês, lançaremos um Centro Eleitoral no aplicativo, no idioma local para cada um dos 27 Estados membros da UE, para garantir que as pessoas possam separar facilmente os fatos da ficção”, disse Kevin Morgan, chefe de confiança e segurança da TikTok na região EMEA, em um blog.

    “Trabalhando com comissões eleitorais locais e organizações da sociedade civil, estes Centros Eleitorais serão um local onde a nossa comunidade poderá encontrar informações confiáveis ​​e autorizadas”, disse ele.

    A empresa trabalhou com verificadores de notícias para produzir vídeos educativos sobre o processo eleitoral e a desinformação através dos centros eleitorais durante as eleições nacionais em anos anteriores.

    Morgan disse que o TikTok, que atualmente trabalha com nove organizações de verificação de fatos na Europa, planeja expandir a sua rede de checagem de fatos e lançar nove campanhas adicionais de alfabetização midiática este ano.

    A plataforma também introduzirá relatórios dedicados às operações de influência secreta nos próximos meses para aumentar a transparência e a prestação de contas.