Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Trump cita criminalista ao pedir que população aguarde conferência de votos

    'Devemos olhar para todos os votos. Estamos só no começo do estágio de tabulação', compartilhou o republicano no Twitter

    Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

    Em uma série de mensagens publicada no Twitter, neste domingo (8), o presidente Donald Trump voltou a usar sua conta no Twitter para questionar o resultado das eleições presidenciais nos Estados Unidos.

    Nas mensagens, que parecem citar o professor de direito e comentarista da rede Fox News Jonathan Turley, Trump afirmou que a tabulação dos votos está apenas começando e voltou a dizer, sem mostrar provas, que houve fraudes em uma série de cidades.

    No sábado (7), projeções da CNN indicaram a vitória no estado da Pensilvânia – e consequentemente, a vitória na disputa eleitoral – ao democrata Joe Biden.

    Assista e leia também:
    Opinião: Com os dias contados na presidência, o que Trump pode tentar fazer
    ‘Agora é hora de curar os EUA’, diz Biden em 1º discurso como eleito
    Twitter deixará de restringir tuítes com conteúdo falso sobre eleição dos EUA

    “Devemos olhar para todos os votos. Estamos só no começo do estágio de tabulação [dos votos]. Devemos olhar para essas alegações. Estamos vendo um número de declarações juramentadas de que houve fraude na votação. Temos um histórico nesse país de problemas nas eleições”, diz a mensagem publicada por Trump.

    Na mesma sequência, o republicano continuou: “Quando falamos de problemas sistêmicos, trata-se de como essas cédulas foram autenticadas, porque se houver um problema no sistema de autenticação, isso afetaria seriamente toda a eleição”.

    “O que me preocupa é que tivemos mais de cem milhões de votos por correio e em cidades como Filadélfia e Detroit temos um longo histórico de problemas eleitorais (para dizer o mínimo)”, concluiu.

    Alguns minutos depois da publicação da série de mensagens, o Twitter as marcou com o aviso: “Esta afirmação sobre fraude eleitoral é disputada”.

    O presidente dos EUA, Donald Trump
    O presidente dos EUA, Donald Trump
    Foto: Carlos Barria / Reuters