Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Trump não é “homem o suficiente” para testemunhar sobre Capitólio, diz Pelosi

    Desde que perdeu a eleição de 2020, o ex-presidente dos Estados Unidos insiste que é vítima de fraude eleitoral

    Reuters*

    A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, disse neste domingo (23) que “o ex-presidente Donald Trump é covarde demais para obedecer a uma intimação do Congresso dos Estados Unidos que o obriga a testemunhar em um comitê especial que investiga seu papel no ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio”.

    “Eu não acho que ele seja homem o suficiente para aparecer. Eu não acho que seus advogados vão querer que ele apareça porque ele tem que testemunhar sob juramento”, disse Pelosi em entrevista à MSNBC. “Vamos ver se ele é homem o suficiente para aparecer”, acrescentou.

    Na última sexta-feira (21), o comitê seleto anunciou que emitiu uma intimação a Trump, dando-lhe até 4 de novembro para apresentar uma ampla gama de documentos relacionados às suas atividades antes e depois do ataque de 6 de janeiro pelos partidários do ex-presidente. O painel também informou a Trump que quer que ele compareça para depor em 14 de novembro.

    Desde que perdeu a eleição de 2020, Trump insistiu que é vítima de fraude eleitoral generalizada, uma alegação que foi rejeitada por dezenas de processos judiciais e auditorias.

    No entanto, Trump sustentou que não fez nada ilegal ao pressionar esse caso, inclusive no dia do motim do Capitólio.

    A violência no Capitólio explodiu quando os apoiadores de Trump tentaram impedir o Congresso de certificar formalmente a vitória decisiva do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de 2020.

    Trump e Pelosi tiveram um relacionamento longo e tempestuoso.