Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ucrânia bane todas as importações da Rússia

    Compras anuais eram avaliadas em cerca de US$ 6 bilhões (R$ 28,1 bilhões)

    Lidia Kellyda Reuters

    A Ucrânia proibiu todas as importações da Rússia, um dos seus principais parceiros comerciais antes da guerra, com compras anuais avaliadas em cerca de US$ 6 bilhões (R$ 28,1 bilhões), e apelou a outros países para seguirem e imporem sanções econômicas mais duras a Moscou.

    “Hoje anunciamos oficialmente um encerramento completo do comércio de mercadorias com o Estado agressor”, escreveu a Ministra da Economia Yulia Svyrydenko pelas redes sociais neste sábado (9).

    “A partir de agora, nenhum produto da Federação Russa poderá ser importado para o território do nosso Estado”.

    Desde o início da invasão russa em 24 de Fevereiro, a troca de bens e serviços entre os dois países vizinhos tem sido praticamente inexistente, mas a medida faz da cessação das importações uma lei.

    “O orçamento do inimigo não receberá estes fundos, o que reduzirá o seu potencial para financiar a guerra”, disse Svyrydenko.

    “Tal passo da Ucrânia pode servir de exemplo aos nossos parceiros ocidentais e estimulá-los a reforçar as sanções contra a Rússia, incluindo a implementação do embargo energético e o isolamento de todos os bancos russos”.

    O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, apelou repetidamente ao Ocidente para boicotar o petróleo russo e parar as exportações para a Rússia por causa de seu ataque militar.

    O Ocidente impôs numerosas medidas à Rússia que já isolaram Moscou a um grau nunca antes experimentado por uma economia tão grande e no sábado o primeiro-ministro britânico Boris Johnson disse que mais sanções estão para vir.