Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ucrânia diz ter encontrado cerca de 200 corpos em porão de prédio em Mariupol

    Segundo autoridades locais, mais de 20 mil residentes da cidade morreram desde o início da invasão russa

    Maria Kostenkoda CNN

    Um funcionário da cidade ucraniana de Mariupol, agora controlada pela Rússia, afirmou que 200 corpos foram encontrados nos escombros de um prédio em ruínas, outra descoberta horrível na região que foi devastada por meses de bombardeio russo.

    Petro Andriushenko, conselheiro do prefeito de Mariupol, Vadym Boichenko, disse no Telegram na terça-feira (24) que cerca de 200 corpos foram encontrados nos escombros de um prédio perto de um posto de gasolina. Os corpos foram encontrados no porão do edifício, em estado avançado de decomposição, acrescentou.

    “Devido à recusa dos moradores em recolher e embalar os corpos dos mortos, o Ministério de Emergências russo deixou o local”, disse Andriushchenko. “Os corpos dos mortos permaneceram no local. O cheiro pode ser sentido em quase todo o bairro”.

    A CNN não conseguiu verificar a afirmação de Andriushchenko. O conselheiro não está mais em Mariupol, mas serve como centro de informações de moradores que permanecem na cidade.

    Autoridades ucranianas dizem que mais de 20.000 moradores da cidade morreram durante os três meses de guerra – um número que não pode ser verificado de forma independente – e muitos dos mortos foram enterrados às pressas.

    Andriushchenko disse que o processo de reenterrar os mortos foi complicado pela insistência das autoridades russas de que os corpos recuperados sejam levados para um necrotério e que uma pessoa que reivindica um corpo deve concordar em gravar um vídeo no qual o requerente diz que o falecido foi morto pelos militares ucranianos. .

    “A cidade se transformou em um cemitério contínuo”, disse Andriushchenko.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original