UE pede à Rússia que se abstenha de ‘medidas de escalada’ sobre Kaliningrado

Ministério das Relações Exteriores da Rússia pediu que trânsito pela região seja restaurado "imediatamente" e prometeu retaliar se a situação não melhorar

Bandeiras da União Europeia em Bruxelas
Bandeiras da União Europeia em Bruxelas Yves Herman/Reuters (19.set.2019)

John Chalmersda Reuters

Ouvir notícia

O enviado da União Europeia (UE) a Moscou pediu nesta terça-feira (21) que a Rússia se abstenha de “medidas e retóricas de escalada” sobre o que Moscou chama de “restrições anti-russas” a mercadorias que transitam entre Kaliningrado e o resto do território russo, disse um porta-voz da UE.

“Ele transmitiu nossa posição sobre a agressão da Rússia contra a Ucrânia e explicou que a Lituânia está implementando sanções da UE e não há bloqueio, e pediu que eles se abstenham de medidas e retóricas de escalada”, disse o porta-voz Peter Stano.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia, que na terça-feira convocou o embaixador do bloco em Moscou, pediu que o trânsito pela região seja restaurado “imediatamente” e prometeu retaliar se a situação não melhorar.

A Lituânia, membro da UE, fechou um corredor ferroviário da Rússia para seu exclave de certos bens básicos, incluindo materiais de construção, metais e carvão em resposta às novas sanções da UE que entraram em vigor no sábado.

Mais Recentes da CNN